Desde a sua criação em 1650, a gravata se transformou em um símbolo do estilo masculino tão forte que cruzou os séculos, se mantém no auge e assume renovações, que conservam o estilo e a hegemonia. A gravata mais conhecida e mais usada atualmente é a gravata de três dobras com 9 cm de largura. Porem, existem outros tipos de gravatas que podem ser divididos em duas principais categorias: largura da ponta e quantidade de dobras.

Largura da ponta da gravata

Ao longo dos anos a largura da ponta da gravata variava entre 5 cm e 20 cm. A gravata slim (5 – 7 cm) se tornou famosa nos anos 1960, acompanhando as tendências da moda da época, sendo mais leve e econômica. Uma mudança mais curiosa aconteceu nos anos 1970, fomentada pelo estilo disco e uso de tecidos sintéticos estampados.  Neste periodo entrou na moda gravata que chegava em 20cm de largura.

Atualmente, no mercado podem ser encontrados 4 tipos de largura:

  • 3 – 5 cm – skinny
  • 5 – 7 cm – slim
  • 8 – 10 cm – clássica
  • 11 – 12 cm – larga

Comparação da gravata clássica (9 cm) e gravata slim (6 cm) da coleção Oásis


Modelagem de gravata

Antes do surgimento da famosa gravata de três dobras, por volta de 1930, a maioria dos homens, clientes fieis de alfaiates, usavam a gravata de sete dobras. Depois dos anos 1980 a gravata de sete dobras voltou e impulsionou surgimento de 6, 8 e até 12 dobras. A gravata de sete dobras é confeccionada em um único metro de tecido, que dobrado sete vezes cria o enchimento da peça sem uso de forros e entretelas.

Comparação do molde de gravata de 3 dobras e 7 dobras.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *