Dica para homens: como tornar um passeio no shopping em uma experiência mais agradável

Sem dúvida, a maioria dos homens não acha um passeio no shopping uma experiência agradável. Penso que você não é uma exceção. Por esse motivo a maioria das peças no seu guarda roupa você deve ter ganhado. Isso com certeza resulta em falta de roupas que combinam entre si. A consequência: seu armário está cheio, mas não tem o que vestir. É sempre bom lembrar, que as roupas são mais do que tecido recortado e costurado. São sua comunicação visual, o jeito como você se veste é a sua forma de comunicar ao público o que você faz e como se sente. 

Se você tem dificuldade e medo do shopping, com certeza a solução certa é contratar um personal stylist. Ele\ ela pode arrumar seu guarda roupa, acompanhar você no shopping, dar uma consultoria e etc. Mas se você não pretende no momento contratar um serviço desse tipo, vou listar aqui as 7 dicas de como tornar um passeio no shopping mais objetivo e prazeroso.

#1. Analise quantas peças no seu guarda-roupa você não usa e porque?

Antes de sair, da uma olhada no seu armário. Analise o que está fazendo falta no seu dia-a-dia. Quais peças de roupa você não usa e porque?

Os motivos mais comuns são cores e estampas que não combinam, tecidos com textura desagradável, e a modelagem que não cai bem em seu corpo (manga curta, cintura apertada, colarinho pequeno). Depois disso você já vai saber o que deve evitar.

Caso o problema é a modelagem, considera evitar a marca que fez essa peça. Cada marca de roupa no Brasil usa suas medidas, com base em cálculos de sistema de modelagem industrial brasileira. Se o comprimento da camisa não serviu em 2015, provavelmente não vai servir nem em 2016, nem em 2020. Não significa que a marca é ruim, mas você não é o consumidor dela.

Do mesmo jeito faça a analise de peças que você usa. Pense por que? Igual a modelagem que não serve para você, há peças que servem. Então lembra dessas marcas na próxima vez de ir ao shopping.

#2. Compre as revistas de moda masculina no mínimo 2 vezes por ano.

Acompanhe no mínimo 2 vezes por ano as edições das revistas como GQ e L´Officiel Homme.  Se você não gosta de acumular papel em casa e gastar com assinatura, pode acompanhar suas redes sociais e blogs.

Porque fazer isso? A revista GQ é uma das principais revistas de moda masculina do mundo. É bom saber uma opinião altamente profissional sobre as novidades, e dicas de estilo. Folheia prestando atenção nas editorias de moda. Não se assuste com cenário conceitual e composições de looks, que podem parecer bizarros. Aquilo foi feito para você sentir as emoções e o conceito. Tente analisar cada peça utilizada por si só.

#3. Acompanhe looks de algumas celebridades que tem um biotipo parecido.

Se você ainda não tem um estilo definido e sente dificuldade de incorporar lançamentos de moda no seu dia-a-dia, pensa em celebridades, com quem você se identifica. Felizmente a era de Hollywood perfeito da década de 50 passou. Diferente do século passado, hoje a indústria de show business traz diversidade as telas de espectadores. Escolhe alguém que tem perfil e estilo mais parecido com seu e começa a acompanhar seus looks na internet.

Instagram e Pinterest são ótimas redes sociais para se inspirar.

Jonah Hill e Eddie Redmayne são alguns exemplos.

#4. Crie conta no Pinterest.

Por mais que já deve ter ouvido falar, que Pinterest é uma rede social para designers e fotógrafos, é uma ótima opção para se inspirar e organizar suas referenciais visuais.

Crie algumas pastas como Looks Sociais, Looks Casuais, Gravatas, Chapéus e etc., e também faz uma pasta “Não gosto”. Parece um trabalho pouco agradável, mas é muito mais fácil. Baixe app no seu celular e busca pela moda masculina, nós de gravata, por exemplo. Se você fala inglês, melhor ainda, pois a base de imagens em inglês é bem maior.

Além de se surpreender com as opções de looks simples, porem interessantes, você vai descobrir o que gosta e o que não. Sugiro aproveitar essas imagens para orientar o vendedor, economizando assim seu tempo.

#5. Faça uma lista.

Parece banal, mas pode ajudar. A lista de qual falamos é diferente da lista de supermercado. Além de anotar peças que você precisa, anote também as cores e estampas.

Depois de encontrar os itens da lista, dar uma olhada em alguma coisa diferente. A compra de algo inesperado vai deixar uma impressão positiva do shopping. Entre os itens pode ser algo de valor agregado menor, porem divertido, como um par de meias estampadas, uma comic book, uma garrafa de cerveja artesanal, um charuto e etc.

#6. Use roupas confortáveis e fáceis de tirar na hora de fazer compras.

Nada de ir no shopping de terno e gravata, ao menos que você está procurando um par de sapatos para combinar. Se você quer ver se as camisas e blazers vão combinar com suas gravatas e blusas, leva a peça com você ou tira foto. Acredita, primeira ida no provador, o incomodo de desabotoar a camisa, desfazer o nó de gravata, vai tirar 50% da sua disposição. Aposto que na terceira loja você vai colocar uma blusa por cima da outra, ficando com aparência bizarra, e vai deduzir que nada serve em você. Então use roupas relativamente fáceis de tirar.

Uma calça, sapato slip-on,  e camiseta – um look perfeito para fazer compras.

#6. Vai no shopping quando estiver mal humorado.

Primeiramente isso vai fazer com que você não compre por impulso, porque o seu senso crítico será apurado. Além disso qualquer peça que ficar bem, vai fazer você se sentir melhor. Então espera o dica em que tudo dar errado,  e vai fazer aquelas comprar que você precisa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *